Chegamos, Amapá!

CSA investe em melhorias no sistema de abastecimento de água de Santana

Nesta etapa, as obras se concentram na reforma e limpeza da estrutura de filtros que compõem a estação de tratamento do município.

Os serviços acontecem na unidade central de tratamento do município. (Divulgação)

A Concessionária de Saneamento do Amapá (CSA) iniciou os serviços de reforma e modernização do sistema que atende à rede principal de abastecimento do município de Santana. São mais de dez frentes de trabalho executadas na Estação de Tratamento de Água (ETA) localizada no centro da cidade. As atividades são realizadas por etapas e neste primeiro momento não impactam o fornecimento.

As equipes atuam na limpeza de poços, instalações hidráulicas e elétricas, manutenção e pintura de filtros pressurizados da unidade, manutenção e roçagem do terreno e substituição de material filtrante, registros e crepinas. São mais de R$ 100 mil investidos nesta fase das obras. 

Os serviços trarão benefício para o abstecimento.
Diversas frentes de trabalho vêm atuando na ETA Santana.

Santana possui cerca de 11 mil clientes que são abastecidos, em sua maioria, pela rede principal da CSA, localizada na região central. Há bairros como Vila Amazonas, Paraíso e Fonte Nova que recebem água por meio de sistemas isolados. Também para estes sistemas há serviços previstos ao longo do ano no plano de obras e investimentos da concessionária.

A ETA Santana

Entre os serviços realizados, destacam-se os trabalhos nos filtros que compõem o sistema de tratamento. Serão substituídos os registros, floculadores, material filtrante e crepinas, que são acessórios utilizados para retenção de meios filtrantes, como resinas, areias, carvão e zeólita. As crepinas permitem a passagem de água durante a filtração, mas evitam que os elementos do tratamento se percam no

processo.

Equipes atuam na reforma e modernização da estrutura dos filtros.
A ETA Santana grande parte da população da cidade.

“As obras seguem até março deste ano e vão trazer melhorias significativas para o abastecimento da cidade. Além de mais água e segurança nas operações de água, teremos maior produção e garantia de qualidade no produto que distribuímos”, explica Luany Barbosa, engenheira da CSA.

Outros investimentos

A CSA mantém frentes de trabalho também nos demais municípios do Amapá, com obras de universalização das redes de abastecimento e modernização de todas as unidades de tratamento e distribuição de água. Somente no primeiro ano de operação, mais de R$ 100 milhões foram investidos.

Macapá, 05 de janeiro de 2024

Comunicação CSA