Chegamos, Amapá!

Obras no reservatório de água da Fazendinha aumentam a capacidade de abastecimento da comunidade

Com mais de R$500 mil investidos, além da reforma e reabilitação do reservatório, o projeto prevê a urbanização da área de 5 mil metros quadrados ao redor da unidade.

A Concessionária de Saneamento do Amapá (CSA) intensificou as obras de reforma e reabilitação no sistema de abastecimento que atende ao bairro da Fazendinha, na zona sul de Macapá. Com os investimentos, o reservatório de água que atendia com a capacidade de 80 mil litros em razão de trincas existentes, passará a atender a comunidade com 140 mil litros. Além das obras estruturais, a reforma contempla a urbanização do entorno, em uma área de mais de 5 mil metros quadrados.

Rachaduras no reservatório impactavam na capacidade de abastecimento.

O sistema de abastecimento da Fazendinha é composto por dois reservatórios: um semi-enterrado e um elevado. O primeiro é responsável por bombear água para o segundo, que envia essa água para as 524 famílias que são atendidas pela CSA no bairro. Esse reservatório semi-enterrado passava por problemas estruturais e não podia ser utilizado em sua totalidade por risco de contaminação. A concessionária mapeou o problema e deu início às obras em julho deste ano.

Em dezembro o novo reservatório será entregue.
Toda a estrutura da unidade passa por reabilitação.

Os investimentos são de mais de R$515 mil reais e a obra deve ser entregue em dezembro, com o entorno já urbanizado em seus mais de 5 mil metros quadrados.

A Estação de Tratamento de Água da Fazendinha é abastecida de maneira isolada, ou seja, conta com poços tubulares profundos. A água desses poços passa por todo o processo de tratamento antes de ser distribuída. Durante os trabalhos na área, a CSA mantém um reservatório provisório na estação de tratamento que atende à comunidade.

“Esta é uma obra grande, pois estamos quase reconstruído o reservatório do zero devido às condições que o encontramos. São investimentos não só na estrutura do reservatório em si, mas vão contemplar toda a área ao redor com um bonito projeto de urbanização. A comunidade só tem a ganhar com isso”, destaca Luany Barbosa, Técnica de Fiscalização da CSA.

Luany Barbosa - engenheira técnica responsável pela fiscalização dos serviços.
As equipes atuam diariamente.

Mais investimentos

A CSA está com obras em execução em diversos municípios e na capital. Os investimentos iniciais são destinados a reabilitar e modernizar todo o sistema de água recebido com a concessão dos serviços no Amapá. Já foram mais de R$100 milhões investidos no primeiro ano de serviços em obras de grande porte como a Captação de Água do Rio Amazonas e a Estação de Tratamento de Água de Macapá (ETAM).

9 de novembro de 2023

Comunicação CSA