Chegamos, Amapá!

Ação itinerante leva serviços da CSA a bairros de Macapá

O projeto ‘Se Liga na Rede’ iniciou com ações de porta a porta pelo bairro Pacoval na quarta-feira (20). O objetivo é realizar a atualização cadastral dos clientes, regularizar ligações de água e levar outros serviços à comunidade.

A Concessionária de Saneamento do Amapá (CSA) iniciou na quarta-feira (20) o Projeto Se Liga na Rede, que vai levar ações itinerantes por toda a capital. O primeiro bairro a receber as equipes de porta a porta é o Pacoval, na zona norte de Macapá. Serão ofertados serviços como regularização e ampliação de redes disponíveis, negociação de débitos, atualização cadastral, instalação de novos hidrômetros, mapeamento de aptos para inserção na tarifa social da água, entre outros.

No Pacoval, as equipes percorrerão 75 quadras nas próximas semanas. A primeira etapa é chamada de ‘prospecção’ e vai garantir o mapeamento das demandas de todos os clientes. Após a primeira visita, as equipes retornam com os serviços disponíveis para cada família individualmente. Nesta comunidade, a previsão é o atendimento de quase 4 mil usuários do sistema.  

As equipes realizam o atendimento dos clientes em campo.
Novos hidrômetros são instalados.

As ações itinerantes seguem no bairro até outubro. O cronograma segue para Cidade Nova e São Lázaro. A partir de novembro, o Se Liga na Rede deve chegar aos bairros Novo Horizonte, Central e Trem. Todos os clientes devem receber as equipes, que estarão devidamente identificadas. Serão contemplados inicialmente os bairros que já possuem rede do sistema de abastecimento da CSA.

Inicialmente, mais de 100 novos colaboradores foram contratados e treinados para a execução do projeto. Todos receberam treinamento referente à abordagem e atendimento ao cliente, aulas teóricas sobre cadastros e técnicas sobre reparos hidráulicos e prospecção em campo. A previsão da empresa é que até o fim do cronograma de bairros, sejam 300 colaboradores nas equipes de rua.

Treinamento dos novos colaboradores antes de iniciar o projeto.
As equipes receberam aulas práticas e teóricas.

“Todo o trabalho realizado é gratuito e tem como principal objetivo levar melhorias para os clientes. Nossa missão é transformar as operações de água no estado e para isso, queremos estar próximos daqueles que recebem nossos serviços. Identificar os usuários e suas demandas é o primeiro passo desse processo”, explica Ana Paula de Souza, analista de Recuperação.

Redução de perdas

Outro objetivo do Se Liga na Rede é reduzir os índices de perdas de água no Amapá, bairro por bairro. O estado detém números de perdas de até 70%, segundo o último ranking nacional divulgado pelo Instituto Trata Brasil. Significa que a maior parte da água tratada que sai das estações da CSA não chega aos clientes. Para reverter este cenário, as equipes do novo projeto vão orientar sobre hábitos de consumo consciente e realizar reparos hidráulicos nas casas que apresentarem suspeita de vazamentos não visíveis.

Os serviços realizados são gratuitos.
Regularização das redes de água são realizadas.

“Sabemos que o trabalho para construir um novo serviço de água e alavancar o Amapá no ranking do saneamento no Brasil precisa ser realizado de forma planejada. Por isso nos organizamos para avançar de comunidade em comunidade, levando os serviços da CSA e nos unindo aos clientes para combater as perdas. Com ligações regularizadas, o sistema pode ser mapeado com eficiência e a água tratada – que leva mais saúde, chega mais longe”, concluiu Marcus Vinícius da Silva, gerente de Recuperação da CSA.

Macapá, 25 de setembro de 2023

Comunicação CSA