CSA. Cuidando do futuro dos amapaenses hoje

CSA intensifica o controle para recebimento do esgoto coletado por caminhões limpa fossas

A nova realidade evitará o despejo de resíduos contaminantes direto no meio ambiente e garantirá o tratamento adequado ao material coletado em fossas sépticas domiciliares da capital.

 Após os primeiros investimentos realizados pela Concessionária de Saneamento do Amapá (CSA) na Estação de Tratamento de Esgoto do bairro Pedrinhas (ETE Pedrinhas), a empresa intensifica o controle para garantir a regularidade ambiental das empresas que realizam a limpeza de fossas sépticas domiciliares em Macapá. Esse novo processo inicia na primeira semana de janeiro de 2023.

Atualmente, o Amapá possui 7% de cobertura de esgoto domiciliar que é coletado pela CSA desde o início de suas operações em julho de 2022. O restante da população utiliza fossas sépticas em suas residências e a coleta do lodo gerado é feito por caminhões de seca fossas, que eram dispostos de maneira irregular na ETE Pedrinhas e sem passar pelo processo de tratamento. Esse procedimento era perigoso e oferecia riscos, pois se trata de uma carga de material contaminado. É nesta frente ambiental e de saúde pública que a CSA quer atuar com a nova postura.

Como vai funcionar

Com o novo modelo de ação, a CSA intensificará o controle dos caminhões na ETE Pedrinhas, para a destinação correta dos resíduos. São, em média, 30 empresas que realizaram esse trabalho e mais de 100 descarregamentos por dia. Os caminhões de seca fossas do Amapá tem, em média, a capacidade de 10 mil metros cúbicos de armazenamento e cada metro cúbico representa mil litros. As empresas passam a pagar pelo serviço de acordo com o volume descarregado.

Os operadores da ETE Pedrinhas irão manter o controle de todos os lançamentos na estação, através da identificação da placa do caminhão, CNPJ, capacidade do caminhão e assinatura do motorista, sendo que a cobrança será realizada a partir da emissão de fatura mensal.

Estação natural

A CSA investiu na reestruturação da estação de tratamento que fica localizada no bairro Pedrinhas. O espaço está preparado para a conexão dos caminhões seca fossas, retenção de sólido e demais etapas do tratamento do material que será recebido.

Além do recebimento da coleta, a concessionária faz o controle de qualidade do tratamento do esgoto que é devolvido ao meio ambiente. É necessário que os resíduos depositados passem por esse processo todo para evitar riscos de danos ou contaminação.

Foram mapeadas as empresas que trabalham com os caminhões limpa fossas na capital e o valor cobrado está equiparado aos demais estados do Brasil, mantendo a taxa de Macapá entre as mais baratas da região norte. Os valores recebidos serão destinados aos custos pelo recebimento e tratamento do material e fortalecerão os investimentos que estão ocorrendo em infraestrutura e modernização da ETE Pedrinhas.

Seguem os valores:

VolumeTaxa
de 00 a 10m³R$ 70,06
de 11 a 15m³R$ 105,90
de 16 a 20m³R$ 141,20
Acima de 20m³R$ 141,20 + variável¹
R$ 7,06 por m³ adicional 

Para mais informações, o cliente pode ligar para a Central de Atendimento 24h da CSA, no telefone 0800 086 0116.

Comunicação CSA